Guardar dinheiro na poupança, é um costumeiro hábito dos cidadãos brasileiros que conseguem poupar algum dinheiro ao fim do mês. Apesar de seu baixo rendimento com investimento, a caderneta de poupança é uma aplicação de renda fixa tradicional ainda muito popular no Brasil.

Desde o dia 04/05/2012, foram definidas por lei novas regras do rendimento do dinheiro aplicado na poupança. Os depósitos a partir desta data, são calculados com base na seguinte regra:

Rendimento da poupança atualizado

Hoje: 22-03-2017: 0,571% ao mês

O rendimento é calculado de acordo com a taxa de juros (Selic) e TR (Taxa Referencial).  Sempre que a taxa de juro (Selic) for maior do que 8,5% ao ano, a poupança rende 0,5% ao mês mais a TR . Se a taxa for igual ou menor do que 8,5% ao ano, a caderneta paga 70% da Selic, mais a TR.

Rendimento dos últimos 30 dias de 2017

De acordo com as regras citadas acima, este é o rentabilidade da caderneta de poupança nos últimos 30 dias de 2017. A tabela abaixo será atualizada constantemente de acordo com os novos valores divulgados pelo Banco Central.

Data Rendimento Poupança / Dia
01/01/2017 0,6709 %
02/01/2017 0,7006 %
03/01/2017 0,7131 %
04/01/2017 0,7460 %
05/01/2017 0,6833 %
06/01/2017 0,6655 %
07/01/2017 0,6800 %
08/01/2017 0,6814 %
09/01/2017 0,6956 %
10/01/2017 0,6825 %
11/01/2017 0,7274 %
12/01/2017 0,6703 %
13/01/2017 0,6428 %
14/01/2017 0,6392 %
15/01/2017 0,6640 %
16/01/2017 0,6939 %
17/01/2017 0,6825 %
18/01/2017 0,6899 %
19/01/2017 0,6525 %
20/01/2017 0,6296 %
21/01/2017 0,6271 %
22/01/2017 0,6614 %
23/01/2017 0,6940 %
24/01/2017 0,7062 %
25/01/2017 0,6685 %
26/01/2017 0,6697 %
27/01/2017 0,6279 %
28/01/2017 0,5898 %
01/02/2017 0,5304 %

Rendimento do ano de 2016

De acordo com dados oficiais do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a inflação oficial para o ano de 2016 fechou em 6,29%, o menor valor registrado desde o ano de 2013. Com a melhor no cenário econômico do país, o  retorno real da caderneta de poupança tende a melhorar nos próximos períodos.

Confira o rendimento da aplicação durante todo o ano de 2016, separados por meses.

Mês Rendimento Poupança / Dia
Janeiro 0,63%
Fevereiro 0,60 %
Março 0,72 %
Abril 0,63 %
Maio 0,65 %
Julho 0,70 %
Junho 0,66 %
Agosto 0,76 %
Setembro 0,66 %
Outubro 0,66 %
Novembro 0,64 %
Dezembro 0,69 %

Cálculo

Um exemplo de cálculo simples para você que tem dúvidas sobre como funciona o rendimento do seu dinheiro.

Se você deixou aplicado R$5 mil nos últimos 30 dias, desde 02/05 até 02/06, seu rendimento será de 0,7315%. Ou seja:

5.000 x 0,7315% = 36,575

Seu rendimento ao longo de 30 dias será de R$36,575, totalizando um valor de R$5.036,575. Vale lembrar que você só terá direito ao rendimento total se deixar o dinheiro aplicado por 30 dias corridos, a partir da data de aniversário do primeiro depósito.

Como forma de exemplo, se você depositou os R$5 mil dia 02/05, só terá o valor corrigido com juros do período após 30 dias, ou seja, dia 02/06.

Tabela de Rendimentos Completa

Confira abaixo como é o cálculo dos juros para o rendimento total da caderneta. Confira como é o rendimento básico e adicional dos últimos 10 dias corridos. A tabela de rendimentos abaixo é atualizada ao final de cada mês

Data Início Data Final Rendimento básico % Rendimento Adicional % Rendimento Total %
20/01/2017 20/02/2017 0,1290 0,5000 0,6296
21/01/2017 21/02/2017 0,1265 0,5000 0,6271
22/01/2017 22/02/2017 0,1606 0,5000 0,6614
23/01/2017 23/02/2017 0,1930 0,5000 0,6940
24/01/2017 24/02/2017 0,2052 0,5000 0,7062
25/01/2017 27/02/2017 0,1677 0,5000 0,6685
26/01/2017 27/02/2017 0,1689 0,5000 0,6697
27/01/2017 27/02/2017 0,1273 0,5000 0,6279
28/01/2017 28/02/2017 0,0894 0,5000 0,5898
01/02/2017 01/03/2017 0,0302 0,5000 0,5304

A tabela acima mostra o valor dos juros da poupança referente ao últimos 30 dias, somando o rendimento básico, o rendimento adicional e como resultado o rendimento final do período.

O cálculo é feito com base no Artigo 12 da Lei nº 8.177, de 1º de março de 1991, com a redação dada pela Medida Provisória nº 567, de 3 de maio de 2012, e art. 7º da Lei nº 8.660, de 28 de maio de 1993.

Dados retirados do Banco Central.

Lucro Real

O mais importante em saber ao investir seu suado dinheiro na poupança, é que os rendimentos precisam ser calculados de forma líquida, ou seja, descontando a inflação no período. Só assim, você poderá saber se seu dinheiro está tendo alguma rentabilidade, ou se até mesmo está sendo depreciado. O rendimento precisa ser maior que a inflação, para assim aumentar seu poder de compra. Mas não é o que anda acontecendo nos últimos anos. Confira a tabela abaixo:

Rendimento Poupança
   Ano    Retorno Absoluto (%) Retorno Real (%)
1995 40,38 14,68
1996 16,34 6,19
1997 16,85 11,05
1998 15,16 13,28
1999 12,76 3,50
2000 8,32 2,21
2001 8,63 0,89
2002 9,27 -2,90
2003 11,21 1,75
2004 8,10 0,46
2005 9,21 3,33
2006 8,40 5,10
2007 7,77 3,17
2008 7,90 1,89
2009 7,05 2,63
2010 6,90 0,94
2011 7,50 0,94
2012 6,47 0,60
2013 6,37 0,43
2014 7,16 0,71
2015 8,07 -2,34

Conforme você pode identificar na tabela acima, o juro da poupança foi inferior ao que foi fixada a inflação no último ano, assim como aconteceu em 2012. Com isso você pode perceber que seu dinheiro não está sendo valorizado, mas sim ao contrário.

rendimento da poupança

Como funciona a Poupança

A caderneta de poupança é uma aplicação de renda fixa tradicional e ainda muito popular no Brasil, apesar de seu baixo rendimento. A facilidade de investimento e a segurança são os pontos mais citados pelos investidores da caderneta, mas já existem aplicações que possuem a mesma garantia e pagam uma rentabilidade bem mais alta. Saiba como funciona os rendimentos.